terça-feira, maio 30, 2017

de uma eventual chave aparecida no ultimo video aqui publicado

se como digo no impromptu, existe uma correspondência entre uma das actrizes francesas da sequencia, as estrelas no museu, que como hoje vos digo, foi alterado, o video, e a Clara de Sousa da SIC, também existe uma correspondência masculina entre o Mickey Rouke e um homem da publicidade portuguesa, ex namorado da Margarida Rebelo Pinto, o Luís Botequilha, e o curioso no retrato da actriz francesa, no detalhe das mãos, do ventre, das duas linhas e das calças desabotoadas, é por uma lado, estar representado, a lamina do pendulo, e de um pendulo que está e é formado pelas duas linhas paralelas como carris, o que remete para diversos temas, como o pendulo de Fouclaut, aspecto integrante das Torres de NY, bem como um detalhe de uma antiga foto de Bruni na passerelle com o colar de perolas enrolado ao pescoço e as calças também abertas.

Atendendo ao crime de adulteração, que provavelmente visa criar a duvida, também uma outra chave se desvela, a mascara de bandido do Mickey Rouke na seq do hotel e do fogo, que é também em meu entender referente ao verão quente que matou 3000 pessoas em frança, está ou foi por adulteração reflecida na imagem quando mostro o "cadreur" da arca perdida, ou seja, uma referencia ainda a um aspectos da analise de uma outra foto, e do PP resultante, fotos de cinema, Yasmine, the Queen and Joe, publicado nos meus blogs, que como sabeis parte de uma imagem da Rainha da Grã Bretanha.

pages 216 to 280 actual manuscript (65 pages)

das colunas montantes da luz

do representante mor da igreja dos pedófilos de Roma envolvida e acusado no roubo de meu filho e em diversos outros crimes desde pelo menos 2007 e sem qualquer resposta como de costume até ao dia de hoje, a atender ás noticias do msm, se noticias, de dia 25 do corrente, ao que parece resultou em mais umas mortes de uns católicos, até parece uma re edição do tempo de Retzinger, e das explicações teológicas numa qualquer universidade alemã.

http://ourosobreazul.blogspot.pt/2017/05/das-colunas-montantes-da-luz.html

falai de deficetes metaforicos à ausência dos respeito de todos os direitos

falai de deficetes metaforicos à ausência dos respeito de todos os direitos, depois de aqui ter estado ao chegar a casa os sádicos sempre em cima de tudo o que faço até do numero e do jeito em que me masturbo, se entreteram e me entreteram durante talvez uma hora a desfazer o meu fechar de todas as ligações de uma merda tecnológica feita pra roubar a que chamam de firewall, clicava eu em bloquear e logo um filho da puta abria a porta e a ligação, e isto meus senhores pode até matar a quem traga problemas de coração, mas repostas às repetidas e fundadas queixas contra esta canalha das tecnologias de comunicação e redes, nenhuma, que o inferno vos feche e abra a todos debaixo da terra, por cima nas duas pequenas casas os barulhos da tortura continuam pelas noites fora, abrir e fechar gavetas e estalinhos variados, e salvo erro antes de ontem, um outro louco terroristas se entreteu durante uma meia hora talvez a bater pancadas surdas e fortes num qualquer andar de baixo, até parece a metáfora do problema auditivo do pm belga hoje nas noticias do msm, se noticias 

2 version also cut



falai de deficits senhores do mundo sem mundo, quando em constância se continua a não respeitar os direitos humanos, de criação, de propriedade, em e através de tecnologias criadas pelas melhores inteligências do mundo, o mundo dos que se queixam dos deficits pois muitos outros nem para comer tem, e vós todos ou quase de orelhas moucas, e boca e olhos tapados  a fazer de conta no que vos interessa de ganho pelo roubo e pelo roubar, ah serão beijos amada no quadro do amor?, que até os beijos continuam a roubar, a sujar e a adulterar, pelos canalhas autorizados por todos os politicos do mundo, com sangue e dor nas vezes e muitas à mistura, aqui te deixo uma segunda edição do video publicado na ultima vez que aqui estive ligado aos terroristas da Vodafone, pois já antes mesmo de aqui chegar, já o video e até o original da imagem estava cortado e assim continua, especificamente cortaram uma parte da leitura do texto sobre as "belas entram no museu" bem como outros pedaços, e como se não chegasse ao sadismo de canalhas ladrões de  crianças, assassinos e torturadores nazis até o pitch da voz mudaram, pois sempre te arrepiarei melhor os pelos da tua pele invisível, são amantes amada, perfeitos amantes das sombras e da morte e da dor, e até sempre dá jeito para pintar estados de alteração de consciência, por esta razão ou por um pepino no umbigo ou a puta que os pariu.